Percursos culturais gratuitos por Lisboa numa perspetiva europeia

148

Depois de uma primeira experiência em 2018, os percursos urbanos gratuitos “Percorrer Lisboa com uma perspetiva europeia” voltam a ocorrer este ano, e já a partir de 8 de março, sexta-feira.

A iniciativa é da Representação da Comissão Europeia em Portugal e a EUNIC Portugal, uma rede que reúne institutos culturais nacionais e embaixadas da União Europeia, que voltam a organizar três percursos culturais em Lisboa e que para os participantes são totalmente gratuitos.

Estes percursos são “ancorados em lugares de memória, destacando ligações a diversos países da Europa, com abordagem de incidência histórica e cultural e foco em lugares diretamente associados a essa ligação.”

Os percursos pedestres têm a duração de 2h30, e são concebidos e acompanhados por um guia oficial do Centro Nacional de Cultura com comentários em língua portuguesa. O número de participantes é de 20 por percurso e estão sujeitos a inscrição prévia no sítio Web. A inscrição apenas será válida após receção de um email de confirmação.

A organização lembra que “apenas é possível a inscrição no percurso com a data mais próxima, sendo que, para os restantes, as inscrições abrem depois do início do último percurso.”

Calendário das visitas

Lisboa – Porta da Europa – Início no Terreiro do Paço

Percurso: Praça do Comércio – Frente Ribeirinha – Baixa Pombalina – Rossio (Praça D. Pedo IV).

Abordagem: Lisboa cidade portuária e mercantil; cidade dos Descobrimentos – a Europa ao encontro do Mundo; cientistas, mercadores, banqueiros, tipógrafos e artistas europeus em Lisboa; figuras e factos relevantes; edifícios emblemáticos. Lisboa Iluminista; o terramoto de 1755 e a cidade pombalina; ecos do terramoto na Europa; influências e contributos da Europa para a reconstrução da cidade; pensamento, diplomacia, ciência e arte; figuras e factos relevantes; edifícios emblemáticos.

Datas:

• 8 de março às 14h30
• 15 de março às 14h30
• 22 de março às 14h30

Lisboa – Montra da Europa – Início no Largo de S. Carlos

Percurso: Chiado – Bairro Alto – S. Pedro de Alcântara.

Abordagem: Lisboa cidade cosmopolita: diversidade cultural e interculturalidade; os «ecos da Europa» no contexto da sociedade urbana do Liberalismo e da República; livrarias, cafés, teatros, jornais e outros lugares de sociabilidade e tertúlia cultural; vivências e ambiências culturais no espaço público; escritores, arquitetos, artistas plásticos, músicos e outros criadores; figuras e factos relevantes; edifícios emblemáticos.

Datas:

• 29 de março às 11h00
• 29 de março às 14h30
• 30 de março às 11h00
• 5 de abril às 14h30

Lisboa – Caminhos da Europa – Início nos Restauradores

Percurso: Restauradores – Avenida da Liberdade – Marquês de Pombal – Parque Eduardo VII.

Abordagem: A cidade em transformação urbana; do Passeio Público ao novo «boulevard» oitocentista; tradição e inovação; influências e modelos internacionais; modernidade social e modernidade artística; urbanismo, arquitetura e artes; diversidade e singularidades; figuras e factos relevantes; edifícios e espaços representativos.

Datas:

• 6 de abril às 11h00
• 12 de abril às 14h30
• 13 de abril às 11h00

Com este calendário a Representação da Comissão Europeia em Portugal e a EUNIC Portugal dão a várias oportunidades para os interessados poderem percorrer as principais ruas da zona mais central de Lisboa, revisitando-a com uma perspetiva europeia que se encontra enraizada no património nacional.

A organização da iniciativa indica que “a seleção e organização dos conteúdos estão a cargo do Centro Nacional da Cultura, que tem como grandes objetivos a promoção, defesa e divulgação do património cultural português, incluindo o seu registo sistemático – a promoção do “turismo cultural” – baseado numa noção integrada de turismo, ambiente, património e itinerários culturais e a formação das jovens gerações num sentido de cidadania global.”