EGEAC procura novo/a director/a Executivo/a para o Teatro São Luiz

62

O São Luiz Teatro Municipal (SLTM) é um dos equipamentos culturais da cidade de Lisboa geridos pela EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, E.M., S.A. Desde a sua reabertura, a 30 de novembro de 2002, o São Luiz Teatro Municipal assume como missão a oferta à cidade de um teatro vivo, com público, enérgico e como instituição dinamizadora e impulsionadora da criação nacional e internacional.

Alicerçada nas artes performativas, a programação do Teatro São Luiz desenvolve propostas diversificadas, desafiando artistas através de encomendas e coproduções. Não querendo extinguir-se na produção e apresentação de espetáculos, procura ser uma plataforma atenta às diferentes fases do processo criativo – residência, criação, produção, difusão – a que se acrescenta a componente primordial de relação com os públicos. Inscreve, ainda, na sua missão os princípios de cooperação, partilha e solidariedade, com programas estratégicos que visam facilitar o acesso à cultura por parte dos habitantes de Lisboa, através de uma política de acessibilidade e de valorização do património material e imaterial.

O SLTM tem também como linha de ação determinante na sua missão as questões da acessibilidade. Não apenas a acessibilidade física aos diferentes espaços do Teatro, mas a capacidade de corresponder a públicos com necessidades especiais, assegurando um elevado número de sessões com Língua Gestual Portuguesa e um número crescente de sessões com áudio descrição. Nesta mesma linha, realce também para os projetos Sessões Descontraídas, dirigido aos mais novos, Bilhete Suspenso e Vamos, visando combater situações de exclusão económica e isolamento social.
A linha de programação para público jovem é outros dos vetores de afirmação do SLTM, privilegiando a apresentação de criações contemporâneas que suscitem reflexão. Nesta linha se inclui também o incentivo à presença de escolas que façam parte do Programa Territórios Educativos de Intervenção Prioritária.

A questão ambiental é igualmente uma preocupação sempre presente no SLTM. Estimular uma consciência “verde” junto da equipa do Teatro e dos artistas que recebe e acolhe, disseminar as boas práticas de sustentabilidade energética aplicadas no edifício, coligir um manual de boas práticas nesta área, são objetivos que norteiam o quotidiano do SLTM.

Atribuições da Direção Executiva do São Luiz Teatro Municipal:

Tal como nos demais teatros municipais de Lisboa, o modelo de gestão assenta numa co-direção, através de uma Direção Artística e de uma Direção Executiva.

A equipa do SLTM é composta por mais de trinta pessoas que respondem ao conjunto de exigências colocadas pelos espetáculos de diferentes artes performativas nos três espaços de apresentação fixos: Sala Luís Miguel Cintra, Sala Bernardo Sassetti e Sala Mário Viegas.

A Direção Executiva do São Luiz Teatro Municipal (SLTM) depende funcional e hierarquicamente do Conselho de Administração da EGEAC, sem prejuízo da obrigação de colaborar estreitamente com a Direção Artística do SLTM, e tem como atribuições principais nomeadamente as seguintes:

a) Elaborar em conjunto com a Direção Artística e submeter à aprovação do Conselho de Administração o plano de atividades e orçamento do SLTM;
b) Executar e controlar a execução do plano de atividades anual;
c) Elaborar o relatório de atividades anual e os reportes periódicos sobre a gestão do SLTM;
d) Assegurar as áreas de gestão orçamental e de recursos humanos do Teatro bem como a gestão do imóvel;
e) Conduzir a atividade do SLTM nas áreas pelas quais é responsável, garantindo o cumprimento das orientações definidas e propondo políticas e medidas adequadas à otimização do seu desempenho;
f) Assegurar a relação com os concessionários e com as empresas prestadoras de serviços;
g) Gerir os processos subjacentes à sua área de atuação, garantindo o seu suporte documental, a adequação e eficácia dos mecanismos de controlo e a promoção da sua melhoria contínua;
h) Assegurar o cumprimento do Código dos Contratos Públicos (CCP) na celebração de todos os contratos realizados no âmbito do SLTM;
i) Disponibilizar à Direção Artística informação de gestão e de suporte à tomada de decisão;
j) Propor ao Conselho de Administração todas as medidas de caráter normativo ou corretivo que considere adequadas;
k) Participar ativamente nos projetos e iniciativas corporativas para as quais for designado pelo Conselho de Administração;
l) Assegurar a articulação com as Direções e Gabinetes da Sede da empresa adequados à prossecução das atribuições específicas do SLTM;
m) Assegurar, promover e atualizar o plano de Medidas de Autoproteção do SLTM.

Processo de Recrutamento
Para os fins acima descritos, a EGEAC abre um processo de recrutamento para o cargo de Direção Executiva, com um contrato de trabalho em comissão de serviço por um período de 3 anos, para o desempenho de funções em regime de dedicação exclusiva, com exceção apenas de atividades que possa desempenhar na área da formação, desde que o Conselho de Administração valide a sua compatibilidade.

No âmbito do procedimento, será realizada uma classificação prévia (60%) através da avaliação dos pontos 1 e 2 que serão alvo de classificação e soma de acordo com seguintes critérios e pontuações:
1. CURRICULUM VITAE (70%). Comprovada competência em produção cultural e/ou gestão, com um mínimo de 6 anos de experiência na área (com pontuação de 1-20)
2. CARTA DE MOTIVAÇÃO (30%). Explicita a motivação que justifica a candidatura à Direção Executiva do SLTM.

Os interessados/as devem enviar o Curriculum Vitae e a Carta de Motivação através de correio eletrónico, para recrutamento@egeac.pt, até dia 25 de março às 23h59, com a refª Direção Executiva do SLTM em assunto.

Após esta avaliação será realizada pelo júri uma entrevista presencial (40%) aos candidatos/as que obtenham as cinco pontuações mais elevadas, através da aplicação dos critérios e ponderações antes descritos, na qual serão avaliadas as linhas de atuação que os candidatos propõem no exercício das funções.

A classificação final será calculada de acordo com seguinte fórmula:
CF = 0,60 [CURRICULUM VITAE (70%) + CARTA DE MOTIVAÇÃO (30%)] + 0,40 ENTREVISTA (100%)

Entregas e Prazos
Abertura do Processo de Recrutamento: 12 de março de 2019
Entrega da candidatura: até 25 de março de 2019

As candidaturas serão avaliadas por um júri composto por:
Joana Gomes Cardoso (Presidente do Conselho de Administração da EGEAC)
Aida Tavares (Diretora Artística do São Luiz Teatro Municipal)
Joaquim René (Diretor Executivo do São Luiz Teatro Municipal)