CDU quer Museu do Liberalismo no Porto

92

A CDU quer que a Câmara do Porto compre a casa onde nasceu Almeida Garrett, na zona da Vitória, para ali instalar “um polo do museu do Liberalismo”, revela uma proposta a que a Lusa teve hoje acesso.

O documento, que a vereadora da CDU, Ilda Figueiredo, vai apresentar na reunião camarária de terça-feira, recomenda que a autarquia “decida encetar negociações visando adquirir a casa onde nasceu, há 220 anos, Almeida Garrett”.

“Tendo sido o Porto o berço da revolução liberal de 1820, de que se irão comemorar os 200 anos no próximo ano, é importante que, desde já, se procure adquirir a casa onde nasceu um dos maiores vultos do liberalismo e do romantismo, Almeida Garrett, visando instalar aí o que pode vir a ser um polo do museu do liberalismo”, justifica-se na proposta.

A CDU refere que a habitação “fica na Rua Dr. Barbosa de Castro, n.º 39, na Vitória”, no centro histórico do Porto, e pretende que a autarquia transforme o espaço num “polo do Museu do Liberalismo”.

“A defesa do património material e imaterial do Porto deve ser uma vertente importante da política nacional, cabendo à autarquia um papel significativo e convergente”, sustenta a CDU na proposta.

“Completaram-se recentemente 220 anos do nascimento de João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett, que ali nasceu em 04/02/1799 e que viria a ter um percurso de grande intervenção, e até pioneirismo, distinguindo-se como poeta, escritor, dramaturgo e político”, observa a CDU.

Fonte: DN