Exposição Criando Paisagens Antropogénicas na África dos Séculos XIX e XX” no Museu Nacional Ferroviário

38

No âmbito da exposição “Criando Paisagens Antopogénicas na África dos Séculos XIX e XX”, inaugurada no passado dia 8 de Fevereiro, o Museu Nacional Ferroviário promove, no próximo da 30 de março, pelas 14h.30, um Seminário que contará com a apresentação de duas publicações recentes, resultantes de trabalhos de investigação acerca do tema em foco, seguido de debate. A entrada será gratuita, mediante inscrição prévia.

Esta iniciativa, desenvolvida em colaboração com o investigador Hugo Silveira Pereira, do CIUHCT – Centro Interuniversitário de História das Ciências e Tecnologias da Faculdade de Ciências da Universidade Nova de Lisboa, terá a seguinte agenda:

Data: 30 de março de 2019, pelas 14h30

Apresentação dos livros:

– Um Império Projectado pelo “Silvo da Locomotiva”. O Papel da engenharia portuguesa na apropriação do espaço colonial africano. Angola e Moçambique (1869-1930) de Bruno J. Navarro

– A Questão da Bitola Estreita em Portugal e Colónias. A “Memória acerca dos caminhos de ferro de via reduzida” do engenheiro Xavier Cordeiro (1880) de Hugo S. Pereira, Bruno J. Navarro e Eduardo Beira.

Debate:

–  Academia, Museus, Sociedade Civil – Pontes e desafios de contacto

Oradores: Ana Fontes (Museu Nacional Ferroviário), José Manuel Lopes Cordeiro (Universidade do Minho) e António Brancanes dos Reis (Associação Portuguesa dos Amigos do Caminho de Ferro)

Esta iniciativa conta com o apoio da CP-Comboios de Portugal, da Infraestruturas de Portugal e do Município do Entroncamento