Santarém quer abrir museu de S. João de Alporão

52

A Câmara de Santarém quer reabrir “o mais rapidamente possível” o museu de S. João de Alporão, encerrado ao público em 2012 por razões de segurança, estando a ultimar uma “intervenção paliativa” com a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

Um estudo solicitado em 2004 ao Departamento de Engenharia, Minas e Georrecursos do Instituto Superior Técnico revelou que a estrutura está a ser afetada por infiltrações a partir das fundações, pela constituição geológica da pedra usada na construção (bastante permeável e facilmente perecível perante a penetração de sais, que cristalizam) e pelos métodos construtivos e corretivos posteriores (como a utilização de argamassas, nomeadamente de cimento).

João Aidos, da Santarém Cultura, afirmou que um dos maiores especialistas em restauro, que trabalhou na recuperação do Convento S. Francisco, em Coimbra, analisou a situação do S. João de Alporão, estando em curso um projeto de reabilitação para resolver os problemas de infiltração.

O museu é uma das estruturas da cidade que o Santarém Cultura quer devolver aos escalabitanos e aos visitantes, no âmbito de um trabalho que visa disseminar a cultura pelos vários equipamentos existentes.