Jornadas do Património 2007 – Mosteiro de S. Martinho de Tibães

305

O Mosteiro de S. Martinho de Tibães promove um conjunto de actividades no âmbito das Jornadas Europeias do Património 2007.

Programa do Mosteiro de S. Martinho de Tibães:

Dia 28 – Sexta-feira
Actividades dirigida às Escolas e Centros de Dia
10 h às 13 h – Realização de actividades de exploração pedagógica da Horta do Mosteiro. Duração: 1 h por grupo (máx. 15 pessoas). Marcação prévia obrigatória.
15 horas – Espectáculo de marionetas: “Há monges no Mosteiro”. Máx: 60 participantes, sujeito a marcação prévia.

Dia 29 – Sábado
15 h – Mostra divulgativa do Projecto “Memórias de Tibães” – realização de uma pequena mostra com fotografias, peças e registos videográficos do projecto desenvolvido com o Museu da Pessoa da Universidade do Minho, o qual engloba as Memórias do Mosteiro e as Memórias da Fábrica de Ruães, na Sala do Recibo.
16 h – Visita à Obra de Recuperação do Claustro do Refeitório
Visita precedida pela passagem comentada de imagens dos espaços monásticos das alas do noviciado e coristado, ala da livraria e claustro do cemitério.

21 h – Encerramento do Curso de Dança realizado pelos alunos da Associação Grupo Unidos de Tibães – na Sala do Capítulo.

Dia 30 – Domingo
14.30 – Descobrir o Património – na impossibilidade de percorrermos todos iremos (re)descobrir alguns locais com história, a saber:
Fábrica de Ruães (Companhia Fabril do Cavado) – iremos revisitar as memórias daquela que foi uma das importantes fábricas do país;
Antiga Casa da Câmara, da Audiência e da Cadeia do Couto – conhecerão a história desta casa que hoje se conhece por “Casa de São Bento”;
Casa da Renda e Quinta do Assento – descubra algumas das quintas que o mosteiro possuía;
Moinhos de Panoias – locais de moagem do pão, ainda pode assistir à produção de farinha.
Azenhas e Barca de Passagem – Quando a água escasseava no rio Torto, funcionavam as azenhas do Cávado. Sabia que existe uma lenda ligada à barca da passagem? Se não, venha ouvi-la!

18 horas – Teatro – “De Ruães ao Mosteiro”. Representação teatral pelas “Mulheres em Movimento”, que nos conta histórias, vivências e memórias desde os tempos dos monges aos nossos dias.