Processo de classificação do Museu de Arte Popular em curso

301

O conselho consultivo do IGESPAR decidiu iniciar o processo de forma a salvaguardar o imóvel que poderá ser transformado no futuro Museu da Língua. É assim dada resposta positiva ao pedido feito pelo movimento que defende o Museu, instalado no antigo Pavilhão da Vida Popular, da Exposição de 1940.
O edifício, onde poderá vir a nascer o Museu da Língua – protegido à partida por estar nas áreas de protecção do Mosteiro dos Jerónimos e do Centro Cultural de Belém – alberga pinturas de Carlos Botelho, Manuel Lapa, Tomaz de Mello ou Eduardo Anahory.