Exposição “Arquitetura em Concurso: Percurso crítico pela modernidade portuguesa” mostra obras marcantes do século XX

3828

ccb

“Arquitetura em Concurso: Percurso crítico pela modernidade portuguesa” é o título desta exposição com curadoria de Luís Santiago Batista, que faz uma leitura das transformações arquitetónicas em Portugal desde o início do século XX, desde as grandes exposições universais, aos equipamentos públicos financiados pela Comunidade Europeia.

Entre essas obras contam-se o Pavilhão de Portugal na Exposição Universal de Paris em 1937, da autoria de Keil do Amaral, a sede e Museu da Fundação Calouste Gulbenkian, assinada por Ruy Jervis d´Athougia, Pedro Cid e Alberto Pessoa, o CCB, dos arquitetos Vittorio Gregotti e Manuel Salgado.

Entram ainda, entre outros projetos, a Igreja do Sagrado Coração de Jesus, de Nuno Teotónio Pereira, o Metro do Porto, por Eduardo Souto de Moura, e a Casa de Chá da Boa-Nova, de Álvaro Siza Vieira e Fernando Távora.

A par da exposição – que ficará patente até 29 de maio – será lançado um livro com uma compilação do material desta exposição e um conjunto de ensaios de várias instituições ali representadas.

O projeto Escolha-Arquitetura – que decorre de março a julho deste ano – consiste numa plataforma ‘online’ com ferramentas práticas de acesso público aos arquitetos com o objetivo de levar a arquitetura ao quotidiano dos cidadãos.

A plataforma www.escolha-arquitectura.pt vai reunir um conjunto de ferramentas como um diretório de arquitetos, um simulador de custos de obra e uma plataforma de encomendas, além de outros conteúdos informativos sobre concursos a serem lançados pela OA.

Fonte: Notícias ao Minuto