Conservadora de arte portuguesa descobre fragmento importante de obra perdida de René Magritte

824

 

A conservadora de pintura Alice Tavares da Silva deu uma contribuição crucial para resolver o mistério de um quadro desaparecido do pintor surrealista belga René Magritte (1898 – 1967) ao encontrar um novo fragmento num museu regional britânico.

Foi a portuguesa quem descobriu que a pintura «La Condition Humaine» [A Condição Humana] que faz parte do acervo do Museu e Galeria de Arte do Castelo de Norwich, em Inglaterra, está sobreposta a um pedaço do que foi antes a obra «La Pose Enchantée [A Pose Encantada], também de Magritte e considerada perdida.

Alice Tavares da Silva contou à Lusa que fez o achado durante uma »inspeção de rotina« ao quadro de 1935 antes de este ser cedido ao Centro Pompidou para uma grande exposição retrospetiva que vai decorrer entre 21 de setembro e janeiro de 2017.

Fonte: Diário Digital / Lusa