Município vai dar “uma nova vida” ao casulo de josé Malhoa

528

malhoa

A Câmara de Figueiró dos Vinhos, no distrito de Leiria, vai investir cerca de 300 mil euros na criação de uma nova imagem do concelho associada à cultura, bem como na valorização do património artístico do município, que no início do século XX recebeu vários artistas, nomeadamente o naturalista José Malhoa, disse à agência Lusa o presidente do município, Jorge Abreu.

No âmbito do projeto, vai ser dada uma nova vida ao “Casulo”, a casa que José Malhoa habitou em Figueiró dos Vinhos e que mandou construir em 1895.

O “Casulo”, de momento, está vazio de material interpretativo e de mobiliário, à exceção de umas cadeiras e uma mesa da sala principal da casa, que são da época do pintor que se encantou com a luz e a cor que encontrava em Figueiró dos Vinhos.

O posto de turismo que funcionava no primeiro piso da casa foi mudado para o centro cultural do município e na casa vai ser “recuperado aquilo que seria a casa do Malhoa no tempo dele”, afirmou Jorge Abreu.

No “Casulo”, estarão “objetos pessoais, mobiliário e obras de arte”, bem como conteúdo que ajuda a explicar a história do pintor e a sua passagem pelo concelho.

Para além disso, o município vai também fazer uma reabilitação do retábulo de José Malhoa presente na Igreja Matriz da vila e criar uma “rota dos artistas”, com sinalética e informação sobre os locais por “onde andaram”, com um foco especial em José Malhoa, Manuel Henriques Pinto e Simões de Almeida.

Fonte: RTP