20 projetos portugueses nomeados para o prémio Mies Van Der Rohe

141


Centro Interpretativo do Vale do Tua

O arranha-céus da Fontes Pereira de Melo, o Terminal de Cruzeiros de Lisboa, projetos de Souta e de Siza Vieira: são 20 o projetos de arquitetos portugueses que integram a lista de 383 nomeados para o Prémio Mies Van Der Rohe 2019.

Os 17 projetos em Portugal que estão nomeados são:

 Hotel Rural Vale do Rio (Vila Nova de Foz Côa), pela Menos é Mais Arquitetos Associados

– Casa de campo Promise (Grândola), pelo atelier Camilo Rebelo Arquitecto

– Edifício FPM41 (Lisboa), Barbas Lopes Arquitectos

– Palácio Barão de Santos (Lisboa), Barbas Lopes Arquitetos

– Casa Rotativa (Coimbra), de Pedro Bandeira

– Capela da Luz Eterna (Ponta Garça), Bernardo Rodrigues

– Centro Interpretativo do Vale do Tua (Foz do Tua), Rosmaninho + Azevedo – Arquitectos

– Zona pedestre do Fonta Nova (Lisboa), José Adrião Arquitectos

– Teatro Luís de Camões (Lisboa), Manuel Graça Dias + Egas José Vieira Arquitectos

– Casa da Rua do Paraíso (Porto), FALA

– Capela de Nossa Senhora de Fátima (Idanha-a-Nova), Plano Humano Arquitectos

– Centro de Artes de Águeda (Águeda), AND-RÉ

– Barragem Hidroelétrica da Foz do Tua (Foz do Tua), Souto Moura – Arquitectos, SA

– Capela do Monte (Barão de São João), Álvaro Siza 2 – Arquitecto, SA

– Terminal de Cruzeiros (Lisboa), Carrilho da Graça

– Casa da Rua do Paraíso (Porto), FALA

– Capela de Nossa Senhora de Fátima (Idanha-a-Nova), Plano Humano Arquitectos

– Centro de Artes de Águeda (Águeda), AND-RÉ

– Barragem Hidroelétrica da Foz do Tua (Foz do Tua), Souto Moura – Arquitectos, SA

– Capela do Monte (Barão de São João), Álvaro Siza 2 – Arquitecto, SA

– Terminal de Cruzeiros (Lisboa), Carrilho da Graça

O júri do prémio Mies Van Der Rohe é composto por Dorte Mandrup,George Arbid, Angelika Fitz, Ștefan Ghenciulescu,Kamiel Klaasse, María Langarita e Frank McDonald. Os 40 finalistas serão anunciados em janeiro e o anúncio dos 5 finalistas será só em fevereiro. O processo culmina a 7 de maio na cerimónia, em Barcelona, em que será conhecido o premiado de 2019.

O prémio de arquitetura Mies Van Der Rohe é o mais conceituado galardão para a arquitetua europeia. Foi instituído em 1988, ando em que foi premiado o português Álvaro Siza Vieira. Entre os premiados estão nomes como Norman Foster (1990), Rafael Moneo (2001), Zaha Hadid (2003), Rem Koolhaas (2005).

Fonte: DN