ProMuseu – Programa de Apoio a Museus da Rede Portuguesa de Museus

149

O concurso para o programa ProMuseu – Programa de Apoio a Museus da Rede Portuguesa de Museus está a decorrer até ao final do mês de Maio.

De acordo com um comunicado da tutela, o concurso para 2019 – publicado e em Diário da República – tem como áreas preferenciais a acessibilidade e inclusão, transformação digital, internacionalização e parcerias.

No despacho assinado pela ministra da Cultura, Graça Fonseca, é estabelecido que o montante global do apoio financeiro, a atribuir pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) no âmbito do presente concurso ProMuseus, é de 714.000, sendo atribuídos 500.000 em 2019.

Fica ainda definido no despacho que o montante máximo do apoio financeiro a atribuir, por candidatura, a cada área de apoio, em 2019, cujo valor não pode ultrapassar 60% do valor considerado elegível da candidatura apresentada, de 30.000 euros, à exceção da área das parcerias, cujo valor máximo é de 70.000 euros.

O diploma estabelece ainda que os museus que se encontrem em condições de se candidatar podem apresentar apenas uma candidatura por cada área de apoio.

No entanto, na área das parcerias, podem associar-se a outras candidaturas em que não se constituam como museu proponente líder da parceria.

Integram o júri deste concurso David Santos, subdiretor da Direção-Geral do Património Cultural, que preside, Teresa Mourão, diretora do Departamento de Museus, Conservação e Credenciação da DGPC, António Carvalho, diretor do Museu Nacional de Arqueologia, Raquel Henriques da Silva, professora da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e Suzana Menezes, diretora regional da Cultura do Centro.

O prazo para entrega das candidaturas ao ProMuseus é de 30 dias continuados a contar do dia seguinte à publicação do aviso n.º 7473/2019, escrito esta terça-feira no Diário da República.