Exposição de Arqueologia “6 Mil – das origens a Famalicão”

42

exposição, arqueologia, casa do território

“A exposição, promovida pela Câmara Municipal, sobre o património arqueológico de V. N. de Famalicão, pretende representar a singularidade do território concelhio, onde se foi conformando uma história identitária de longa duração.

Com antiquíssimos antecedentes, desde os primeiros vestígios de expressão megalítica reveladores dos começos da agricultura e da introdução da metalurgia, poder-se-á observar, em textos, imagens, vídeos e objetos, a matriz da sua ancestralidade proto-histórica. A posterior modelação pelo domínio romano marcou-lhe o perfil demográfico assumido na Idade Média pela Terra de Vermoim e consagrado pela fundação do concelho de Vila Nova, depois dito de Famalicão, pelo foral concedido por D. Sancho I em 1 de julho de 1205.

Uma proposta de leitura, pedagógica e criativa, da nossa “primeira história”, com cerca de 6 mil anos, que pode ser interpretada ao longo do discurso expositivo constituído, entre outros elementos, por mais de 100 objetos recolhidos no território famalicense.

Esta Exposição tem a singularidade de fazer regressar, temporariamente, a Famalicão, objetos que se encontram dispersos por alguns Museus Nacionais. 

Ao longo do período em que a Exposição estará patente será desenvolvido um Programa de Atividades para a sua dinamização, dedicado ao todos os públicos, e que inclui: visitas orientadas (a primeira é a 14 julho, 15h), visitas ao território – Castro de Penices, Castro das Ermidas e Castro de S.Miguel-o-Anjo – diversas oficinas temáticas, Ciclo de Conferências, entre outros.”