Diretora do CERN vence Prémio Europeu Helena Vaz da Silva

164

Fabiola Gianotti

Fabiola Gianotti, cientista italiana em Física de partículas e primeira mulher nomeada diretora-geral da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), ganhou o Prémio Europeu Helena Vaz da Silva para Divulgação do Património Cultural 2019.

Segundo uma nota do Centro Nacional de Cultura, este reconhecimento presta homenagem à contribuição de Fabiola Gianotti para a divulgação da cultura científica de uma “forma atrativa e acessível”.

O Prémio Europeu Helena Vaz da Silva para a Divulgação do Património Cultural foi instituído em 2013 pelo Centro Nacional de Cultura (CNC) em cooperação com a Europa Nostra, a principal organização europeia de defesa do património representada em Portugal pelo CNC, e com o Clube Português de Imprensa.

Este ano, o júri do prémio – composto por especialistas independentes nos campos da cultura, património e comunicação de vários países europeus – decidiu também atribuir menções especiais a duas outras personalidades europeias que se distinguem no campo da cultura: o diretor do Royal Danish Theatre Kasper Holten, pelos seus “incansáveis esforços para promover a compreensão do património cultural”, e o italiano Angelo Castiglioni, que “dedicou a sua vida a explorações arqueológicas e etnográficas”.

A cerimónia de atribuição do prémio está marcada para 25 de novembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Fonte: RTP