Tomar prepara candidatura da Festa dos Tabuleiros a Património Imaterial da Humanidade

91

Festa dos Tabuleiros, Tomar

A Festa dos Tabuleiros, em Tomar, apresentou esta quarta-feira o inventário científico para integrar o Património Cultural Imaterial (PCI) nacional, sendo este “o primeiro passo” para candidatar-se a Património Imaterial da Humanidade da UNESCO, disse à Lusa fonte da Câmara de Tomar.

“Esta festa está enraizada há vários séculos na comunidade tomarense, é uma festa única no país e no mundo e que tem a partilha na sua essência, sendo do povo, feita pelo povo e para o povo, pelo que hoje foi dado com grande entusiasmo o primeiro passo em direção ao grande objetivo da autarquia que é obter o reconhecimento mundial do trabalho, da genuinidade da Festa dos Tabuleiros e da identidade cultural das suas gentes, dando também outra visibilidade ao município e ao seu potencial patrimonial, arquitetónico, natural e cultural”, disse à Lusa Anabela Freitas (PS), presidente do município de Tomar, no distrito de Santarém.

Com origem pagã, simbolizando a época das colheitas, a Festa dos Tabuleiros adquiriu caráter religioso na Idade Média, com a Rainha Santa Isabel, sendo os tabuleiros da festa de Tomar únicos com esta forma nas tradicionais festas do Espírito Santo que se realizam um pouco por todo o país.

(…)

Fonte: Sábado