Museu de Fotografia da Madeira – Atelier Vicente’s já reabriu

49

Museu de Fotografia, Madeira

Com um projeto de requalificação arquitetónica da autoria de Studiom, arquitetura e soluções digitais e um projeto de requalificação museológico e programático, com curadoria de Emília Tavares e Alexandra Encarnação reabriu o Museu de Fotografia da Madeira – Atelier Vicente’s.

Com uma nova reconstituição do atelier fotográfico Vicente, uma Exposição Permanente representativa de muitos dos autores patentes no acervo do Museu, e ainda uma primeira exposição temporária Tesouros da Fotografia Portuguesa do século XIX. Em outubro, realiza-se a segunda exposição temporária do Museu, dedicada ao tema Fotografia e Viagem, decorrendo em paralelo uma primeira grande Conferência Internacional, sobre o mesmo tema em parceria com a Universidade da Madeira e a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

O Atelier Vicente’s

Para além de manter a memória do Atelier original, o renomeado Museu de Fotografia da Madeira, afirma-se agora como o único museu nacional inteiramente dedicado à fotografia, revelando o património fotográfico da Madeira e muitos dos seus autores e obras até hoje desconhecidos.

O Atelier Vicente’s constitui-se como um exemplo singular no contexto do património fotográfico nacional e internacional, por duas razões principais: a sobrevivência de um atelier fotográfico oitocentista até à contemporaneidade e a longevidade da sua atividade (1863-1978), sempre no seio da mesma família. Fundado por Vicente Gomes da Silva, e mantido ao longo de quatro gerações, o Atelier Vicente’s foi uma referência para outros fotógrafos e marcou a vida e a cultura da ilha da Madeira.