Intervenção no Mosteiro de Rendufe vai começar

57

Mosteiro de Rendufe, Amares

Arranca no próximo dia 19 de agosto, a intervenção no Mosteiro de Rendufe, em Amares, ação que se integra em candidatura aprovada pelo Programa Norte 2020, no âmbito da Operação Mosteiros a Norte.

A intervenção é da responsabilidade da Direção Regional de Cultura do Norte estando orçada em cerca de 504 Mil Euros (acrescidos de IVA), com um prazo de execução de 270 dias.

Pretende-se com este projeto dotar os espaços do Mosteiro de Rendufe de condições adequadas à sua fruição por parte do público, sem perder de vista o seu potencial em termos arquitetónicos, históricos e culturais.

Os trabalhos, que se encontram consignados à empresa Augusto Oliveira Ferreira e Companhia Lda, vão incidir na Igreja, Capela-Mor e Capela do Santíssimo Sacramento; Antessacristia e Sacristia; bem como no Alpendre do Adro, com intervenções na cobertura, drenagem periférica e reforço estrutural da Igreja como forma de contenção da degradação do espaço interior e do espólio artístico do seu recheio, da autoria de Frei Vilaça.

O Mosteiro de Rendufe está classificado como Imóvel de interesse Público.
Fonte: DRCN