Museu do Traje acolhe instalação da artista Fátima Frade Reis

33

Museu Nacional do Traje

O Museu Nacional do Traje apresenta a exposição “Tecer o Espaço”, da artista contemporânea Fátima Frade Reis, enquadrada na filosofia do museu de abrir as portas a novos criadores e à arte contemporânea, não se fixando exclusivamente no seu acervo, segundo um comunicado do diretor desta entidade, José Carlos Alvarez.

O trabalho de Fátima Frade Reis é construído a partir de uma interpretação muito pessoal do ofício e dos processos de utilização do espaço e da cor no tecido e no papel.

A instalação da jovem artista, propositadamente fixada nas salas das Tecnologias Têxteis do museu, “sugestiona-nos um diálogo e uma relação técnica e estética com a produção daqueles materiais/suportes e, no limite, do traje, que, no fundo, constituem a génese da sua origem material e etimológica: um conjunto/trama de fios entrelaçados”, descreve ainda o responsável.

Para o diretor do museu, o trabalho de Fátima Frade Reis “permite um novo, e belíssimo olhar, através da cor e do papel e, também, uma espécie de novo alento ou reanimação simbólica de um conjunto de peças – máquinas para produção têxtil – há muito retiradas, porque musealizadas, da sua função inicial”.