Veneza começa a cobrar taxa de entrada a partir do próximo ano

89

Veneza

Os turistas que visitam Veneza, sem pernoitar no local, vão ter de pagar uma taxa de entrada a partir de dia 1 de julho de 2020. Os valores começam em 3 euros, durante a época baixa. Durante a época alta, o valor sobe para os 8 euros durante a semana e, durante períodos “críticos”, como fins de semana ou épocas festivas a taxa passa ao valor máximo de 10 euros.

Os visitantes vão poder pagar online, com cartão de crédito, ou em máquinas colocadas na cidade, de acordo com o The Telegraph. A taxa também se aplica a ilhas da lagoa veneziana, como Murano ou Burano. Até 2022, os turistas também terão de fazer uma reserva online para entrar na cidade. Os visitantes que pernoitam em Veneza não vão pagar esta taxa pois já pagam um imposto como parte da taxa de alojamento e serão feitas várias exceções. Ao todo, 22 categorias serão isentas, incluindo quem visita a cidade a trabalho, para tratamento médico, deficientes físicos, estudantes ou visitas por motivos familiares.

Esta taxa faz parte de uma série de esforços apresentados pela cidade para reduzir o turismo excessivo. Em agosto, a cidade anunciou que planeia redirecionar navios de cruzeiro maiores do centro histórico da cidade para portos do outro lado da lagoa, incluindo mais de um terço dos navios com escalas planeadas em Veneza este ano.

Fonte: Sapo Viagens