Guia mundial de proteção dos locais classificados pela UNESCO como património mundial

89

UNESCO

Mais de 20 seguradoras, associações e organizações ligadas ao ambiente associaram-se ao lançamento, em São Paulo, no Brasil, do primeiro guia mundial de proteção dos locais classificados pela UNESCO como património mundial.

O principal objetivo desta publicação é fornecer orientações práticas às seguradoras sobre como evitar ou reduzir o risco de garantir e investir em empresas ou projetos cujas atividades possam danificar os locais onde existe património mundial, principalmente em relação a setores como petróleo e gás, mineração, extração de madeira, pesca, agricultura, plantações e infraestrutura de grande escala, como oleodutos, estradas e portos de grandes dimensões.

O guia explica os riscos que as seguradoras enfrentam e descreve um conjunto de recomendações básicas que as seguradoras podem implementar nas suas atividades de gestão de riscos, seguros e investimentos. Entre elas contam-se o desenvolvimento e implementação de uma abordagem de risco de locais de património mundial, proteção proativa deste património e entender as melhores práticas neste domínio.

Intitulado “Proteger o nosso património mundial, assegurando um futuro sustentável”, o guia baseia-se no lançamento, em 2018, da primeira declaração de compromisso do setor de seguros para proteger os locais classificados como património mundial. Esta ação é apoiada por um conjunto de seguradoras globais que gerem mais de 2,7 biliões de dólares em ativos.

Os signatários da declaração de compromisso do setor de seguros para proteger os locais do património mundial incluem: AGROASEMEX (México), Allianz (Alemanha), Caixa Seguradora (Brasil), Interamerican (Grécia), La Banque Postale (França), Liberty Seguros (Brasil), Mongeral Aegon (Brasil), Nat Re (Filipinas), Peak Re (Hong Kong, China), Porto Seguro (Brasil), RepRisk (Suíça), Risk Management Solutions (EUA), SCOR (França), Seguradora Líder DPVAT (Brasil) , Sompo Japan Nipponkoa (Japão), Swiss Re (Suíça), Tokio Marine Seguradora (Brasil), Confederação Brasileira de Seguros (CNseg), Parceiros Certificados de Seguros Sustentáveis (EUA), Earth Security Group (Reino Unido), ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, o Conselho de Seguros da Nova Zelândia, a the Microinsurance Network e a Associação de Seguradoras e Resseguradoras das Filipinas.

Fonte: Eco Seguros