DiscoverEU: 20 mil passes de viagem para jovens de 18 anos

57

DiscoverEU

A Comissão Europeia (CE) promove uma nova ronda de candidaturas aos passes de viagem DiscoverEU que “permite aos participantes viajar pela Europa, descobrir o seu património cultural e, simultaneamente, desenvolver as suas próprias experiências e competências”.

Em comunicado, a CE explica que “todos os jovens de 18 anos na União Europeia têm até 28 de novembro de 2019 (12h00 CET) para se candidatarem à oportunidade de partir à descoberta da Europa entre 1 de abril e 31 de outubro de 2020”.

Até à data, a Comissão atribuiu 50 000 passes de viagem num total de três rondas de candidaturas e 275 000 jovens. A nova ronda dará a outros 20 000 jovens europeus a possibilidade de participar na iniciativa DiscoverEU.

Os jovens da DiscoverEU interessados também podem “participar em vários encontros e eventos organizados durante as viagens e receber um diário onde registar as suas experiências”.

As atividades DiscoverEU estão organizadas anualmente em torno de um tema específico relacionado com as prioridades da União Europeia. O tema de 2019 é “aprender sobre a Europa”. O de 2020 será “Europa verde e sustentável”.

Quem pode candidatar-se e como?

Os candidatos devem ser cidadãos da UE, ter 18 anos em 31 de dezembro de 2019 e estarem preparados para viajar entre 1 de abril e 31 de outubro de 2020, durante 30 dias no máximo. Os interessados podem candidatar-se através do Portal Europeu da Juventude até 28 de novembro de 2019. Um comité de avaliação avaliará as candidaturas apresentadas e selecionará os vencedores. Os candidatos serão informados dos resultados do processo de seleção em janeiro de 2020, feita com base num teste de cultura geral sobre a União Europeia.

Os candidatos selecionados poderão viajar a título individual ou em grupos constituídos, no máximo, por cinco pessoas. Regra geral, viajarão de comboio. No entanto, a fim de assegurar um amplo acesso em todo o continente, os participantes podem igualmente utilizar modos de transporte alternativos, tais como o autocarro, o ferry ou, excecionalmente, o avião. Desta forma, os jovens que vivem em ilhas ou zonas remotas também terão a possibilidade de participar.

Para mais informações (+)