Pavilhão de Portugal na Bienal de Arte de Veneza recebeu 39 mil visitantes

72

O Pavilhão de Portugal na Bienal de Arte de Veneza, em Itália, onde esteve patente até domingo a exposição da artista Leonor Antunes, recebeu 39.000 visitantes, foi hoje anunciado.

De acordo com a Direção-Geral das Artes (DGARtes), a bienal – que decorreu durante seis meses – recebeu um total de 593.616 visitantes, dos quais 31% foram jovens com menos de 26 anos.

Instalada no Palazzo Giustinian Lolin, sede da Fundação Ugo e Olga Levi, a representação oficial portuguesa, selecionada por concurso pela DGArtes, foi constituída pelo projeto “a seam, a surface, a hinge or a knot” (“uma costura, uma superfície, uma dobradiça ou um nó”), de Leonor Antunes, concebido para aquele local, com curadoria de João Ribas, antigo diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves.

Profissionais da área, estudantes e investigadores, famílias e público em geral, vindos de todo o mundo estiveram entre os 39.195 visitantes que, até ao último domingo do mês de novembro, entraram na exposição portuguesa.

O projeto de Leonor Antunes envolve história da arte, da arquitetura e do design, e reflete sobre as funções dos objetos do quotidiano, contemplando o seu potencial, para se materializarem como esculturas abstratas.

Fonte: Arte Capital