Arquivo de 400 jornais e revistas editados no Algarve desde 1810 vai estar disponível online

93

hemeroteca Algarve

A Hemeroteca Digital do Algarve, que vai reunir o arquivo de centenas de publicações editadas na região desde 1810, vai ser apresentada publicamente no próximo domingo, 8, às 15:30 horas, na Fundação Manuel Viegas Guerreiro, em Querença, Loulé.

O objetivo passa por reunir, num único ponto de acesso, uma coleção fisicamente dispersa por várias bibliotecas, arquivos e museus de Portugal, permitindo que “todos os que queiram saber mais sobre o Algarve, e não só, tenham a partir de casa acesso a todo este espólio”.

Trata-se de uma ideia original de Luís Guerreiro – antigo investigador de história local e regional e chefe de divisão de Cultura da Câmara de Loulé, falecido em 2017 –, apresentada a votação no âmbito do Orçamento Participativo de Portugal de 2017 (OPP2017), tendo sido a mais votada na região algarvia.

“Foi graças à adesão e à votação de todos que se conseguiu que de ideia se passasse a realidade, que irá agora ser apresentada num espaço também ele ligado a Luís Guerreiro, co-fundador e primeiro presidente desta Fundação”, refere a direção regional de Cultura do Algarve.

A hemeroteca vai oferecer o acesso universal aos jornais e revistas produzidos no Algarve a partir de 1810, contando com um sistema que proporciona novas funcionalidades de pesquisa das publicações digitalizadas e dos seus conteúdos.

Fonte: Região Sul