Bienal de São Paulo abre novamente a porta a artistas portugueses

74

Bienal São Paulo

O curador-geral da Bienal de São Paulo, Jacopo Crivelli Visconti, que apresentou na quarta-feira no Porto as linhas gerais da 34.ª edição, disse estar em Portugal para “ver artistas”, sublinhando que, contrariamente a 2018, a edição de 2020 terá portugueses.

A 34.ª edição da Bienal de São Paulo arranca em fevereiro de 2020 com um conjunto de exposições individuais e performances.

Segundo Visconti, esta edição explora a poética das relações, tendo adotado uma estrutura operacional inovadora, que envolve a apresentação de espetáculos e atividades no Pavilhão da Bienal, a par do desenvolvimento de uma rede de 25 instituições de São Paulo.

“Talvez o aspeto mais singular seja que a exposição vai durar praticamente o ano inteiro, porque a partir de fevereiro vai haver exposições individuais e três grandes performances no Pavilhão da Bienal e depois, quando a bienal ocupa o pavilhão inteiro, entre setembro e dezembro“, revelou.

Fonte: Notícias ao Minuto

Para mais informações (+)