“Registos de Luz – Pintura impressionista de Sousa Lopes – a coleção do MNAC (1900-1950)” em exposição no MACNA

169

Exposição Registos Luz, MACNA, Chaves

A inauguração da exposição no Museu Arte Contemporânea Nadir Afonso (MACNA) assinala o início de uma parceria cultural com o Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado (MNAC), na sequência de um protocolo de colaboração assinado recentemente.

“Registos de Luz – Pintura impressionista de Sousa Lopes – a coleção do MNAC (1900-1950)” dá mote à mostra, que destaca o artista Adriano Sousa Lopes, diretor do MNAC, de 1929 até ao ano da sua morte (1944), com diversas obras da sua autoria, considerado um dos primeiros pintores portugueses a adotar práticas impressionistas.

Comissariada por Maria de Aires Silveira, esta exposição reúne obras datadas da primeira metade do século XX, de artistas como Amadeo de Souza-Cardoso, Columbano Bordalo Pinheiro, Abel Manta, Almada Negreiros, Mário Cesariny, Júlio Pomar, José Malhoa, Marcelino Vespeira, Fernando Lanhas, Eduardo Viana, Dórdio Gomes, Carlos Reis, entre outros.