Porto Editora promove mais uma ediç

122

Palavra do Ano 2019

“Sustentabilidade”, “violência doméstica”, “desinformação”, “multipartidarismo”, “nepotismo”, “seca”, “trotinete”, “lítio”, “jerricã” e “influenciador”. Estas são as 10 candidatas a Palavra do Ano 2019. Se ainda não escolheste apressa-te a fazê-lo, porque a votação termina já amanhã, dia 31 de dezembro de 2019.

Que palavra irá siceder a “enfermeiro”, que venceu em 2018 com 37,8% dos 226.000 votos validados? Até sexta-feira (27 de dezembro), a votação era liderada pelas palavras “Sustentabilidade”, “violência doméstica” e “desinformação”, sendo que até à data tinham votado cerca de 20 mil pessoas.

Em declarações à Rádio Renascença, Paulo Rebelo Gonçalves, da Porto Editora, promotora da iniciativa, disse que “a Palavra do Ano pretende mostrar a dinâmica e a vivacidade” da língua portuguesa “e sobretudo a forma como as palavras marcam” o dia a dia das pessoas. “A força da palavra no nosso dia a dia é uma forma de nós valorizarmos também o nosso património que é a língua portuguesa”, referiu.

A lista de vencedoras da Palavra do Ano inclui, além de “enfermeiro” (2018), “incêndios” (2017), “geringonça” (2016), “refugiado” (2015), “corrupção” (2014), “bombeiro” (2013), “entroikado” (2012), “austeridade” (2011), “vuvuzela” (2010) e “esmiuçar” (2009).