Serralves apresenta exposição de Yoko Ono

115

Yoko Ono

“OJardim-escola da Liberdade”: assim se intitula a exposição de Yoko Ono que estará patente, entre abril e outubro, no Museu de Arte Contemporânea de Serralves. A artista de 86 anos, nascida em Tóquio e radicada nos Estados Unidos, é o nome mais sonante da programação para este ano, anunciada esta quinta-feira à comunicação social, na qual se destacam igualmente as mostras dedicadas a Arthur Jafa e Louise Bourgeois.

A retrospetiva — organizada em colaboração com o nova-iorquino Studio One — é a “primeira grande apresentação da obra de Yoko Ono em Portugal”, pensada para “explorar a sua relação com a arquitetura e, mais importante, a noção de que todo o seu trabalho e obra demarcam uma arquitetura de liberdade e de libertação que desafiam todas as convenções estéticas, sociais e políticas”, como se lê no catálogo com o plano de atividades de Serralves para 2020.