Casa Barbot, no centro de Gaia, será requalificada e abrirá como pólo de cultura

256

Casa Barbot

As obras na Casa Barbot, equipamento cultural localizado na Avenida da República em Vila Nova de Gaia, vão avançar e o espaço abrirá como pólo de cultura para exposições e lançamento de livros, anunciou esta segunda-feira a câmara local.

“[A empreitada] vai avançar finalmente para concurso, depois de um massacre de ano e meio, quase dois anos, de burocracias. Percebo que quem passe ali diga: ‘uma coisa tão bonita, mas não ata nem desata’. Percebo perfeitamente, mas a alternativa era fazer alguma coisa que não cumpra a lei e depois estaríamos em maus lençóis”, disse o presidente da câmara, Eduardo Vítor Rodrigues.

O autarca, que falava aos jornalistas à margem de uma reunião camarária, disse que as obras vão custar 300 mil euros, recordou que a casa foi fechada porque “apresentava riscos sérios” e se queria “evitar males maiores” e indicou que será ali instalado um pólo de cultura integrado na rede de equipamentos do concelho.

A Casa Barbot é uma antiga residência unifamiliar, erguida em 1904 por iniciativa do vianense Bernardo Pinto Abrunhosa, seu primeiro proprietário, no entanto, o nome pelo qual é conhecido o edifício provém de Ermelinda Barbot, proprietária do imóvel em 1945.

Classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1982, a Casa Barbot foi adquirida pela Câmara de Gaia que ali instalou sede do Pelouro da Cultura, Património e Turismo, mas entretanto fechou o espaço para obras de recuperação.

Fonte: Rádio Renascença