Projeto “Algarve Craft & Food” alia artesanato e gastronomia

85

Algarve Craft Food

A Região de Turismo do Algarve, juntamente com a Tertúlia Algarvia e a Cooperativa QRER promovem a iniciativa “Algarve Craft & Food”, um projeto que pretende criar produtos turísticos que aliam o artesanato e a gastronomia.

Segundo João Amaro, representante da Tertúlia Algarvia, “estamos a falar, por exemplo, de desafiar um turista a fazer uma cataplana em cobre e depois aprender a confecionar comida na cataplana. Ou a participar na colheita da laranja e depois fazer uma cesta para guardar essa laranja. Estamos a falar de programas que pressupõem a aprendizagem de técnicas que são muito nossas, ao nível de artesanato, e a participação em atividades que podem ter a ver com agricultura, a pesca, a gastronomia. Tudo isto sempre com a mão na massa, com o turista como principal ator. É a pessoa que vai manufaturar quer a peça de artesanato quer aquilo que vai comer”.

Para que a teoria passe à prática, tudo vai começar com sessões de divulgação do projeto e será feito um levantamento dos artesãos e agricultores disponíveis para ensinar a sua arte a quem vem de fora.

Há ainda uma componente de inovação neste projeto, uma vez que os artesãos vão ser convidados a partilhar residências criativas com designers e chefs, para dar uma nova vida ao seu trabalho.

Haverá ainda, no âmbito do Algarve Craft & Food, workshops técnicos para artesãos, designers, produtores agroalimentares locais e chefs de cozinha, laboratórios criativos de gastronomia tradicional algarvia, um seminário sobre internacionalização de artesanato e produtos alimentares locais, bem como o “Prémio Craft & Food”, que vai distinguir os melhores programas de turismo criativo e as melhores ações de comunicação, no âmbito da combinação entre artesanato e produtos alimentares e gastronomia.

Para João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve, o Algarve Craft & Food é «um projeto com bons ingredientes: tem o artesanato a gastronomia e o local onde comer».

Além disso, «tem objetivos que não visam apenas os resultados finais. O projeto, em si, é profícuo, com ações para envolver os artesãos, os produtores agrícolas e os designers e vai estimular a conceção de cinco novos produtos de artesanato e dez programas de turismo criativo».

O responsável realça que é «este tipo de apostas que contribui para a diversificação da oferta e que vem no seguimento das ações que têm sido desenvolvidas para combater a sazonalidade e desenvolver a chamada shoulder season», os meses imediatamente antes e a seguir à época alta.

Este é um programa turístico, mas é mais do que isso, para Sara Fernandes, da Cooperativa QRER: «esta iniciativa vai levar maior dinâmica económica ao interior do Algarve», apostando principalmente «nos mercados emergentes e nos jovens que valorizam mais o trabalho dos nossos artesãos. No final, os turistas vão poder levar um pouco do nosso saber para a sua casa, através de experiências memoráveis».

O Algarve Craft & Food tem um investimento total de cerca de 724 mil euros, financiado a 70% pelo é financiado pelo CRESC Algarve 2020.

Fonte: Sul Informação