Jardim Botânico do Porto distinguido com Prémio Internacional

84

Jardim Botânico Porto

O Jardim Botânico do Porto foi distinguido com o estatuto International Camellia Garden of Excellence.

A coleção do Jardim Botânico do Porto integra cerca de 750 cultivares e espécies de camélias, de entre as quais se destacam as que compõem os 500 metros de sebes talhadas de japoneiras centenárias que o tornam num jardim de referência no circuito internacional. As camélias presentes neste Jardim foram maioritariamente plantadas no século XIX e contam com notáveis cultivares de origem portuguesa como “Augusto Leal de Gouveia Pinto”, “Angelina Vieira”, “Dona Herzília de Freitas Magalhães”, “Perfeição de Villar”, “José Marques Loureiro”, “Conde do Bomfim”, “Dona Jane Andresen”, entre outras. Existem ainda cultivares de origem belga, italiana, inglesa, chinesa e norte-americana.

A candidatura apresentada pelo Jardim Botânico do Porto, em colaboração com a Associação Portuguesa de Camélias ao galardão International Camellia Garden of Excellence foi apreciada por um júri constituído por 26 diretores do International Camellia Society, que por unanimidade, votou a favor da atribuição deste distinto galardão. Este reconhece jardins que cultivam e conservam coleções de camélias e que trabalham no sentido de ampliar e valorizar o conhecimento sobre as mesmas.

Com a atribuição deste galardão, Portugal vê assim reconhecido o seu quarto “Jardim de Excelência de Camélias”, depois do Parque da Pena, em Sintra, do Parque Terra Nostra, nos Açores, e da Quinta de Curvos, em Esposende.

Fonte: Jardim Botânico do Porto