Museu Vieira da Silva reabre com novas exposições

39

Fundação Arpad Szenes Vieira da Silva

O Museu Arpad Szenes – Vieira da Silva, em Lisboa, anunciou hoje que reabre ao público terça-feira, com duas novas exposições temporárias, “Água Pesada”, de Alexandre Conefrey, no museu e “Phytographia Curiosa”, de Inez Teixeira, na casa-atelier.

De acordo com a fundação com o mesmo nome, que tutela o acervo do museu, será também reforçada a presença de obras do casal de artistas Maria Helena Vieira da Silva e de Arpad Szenes com a exposição “Arpad Szenes (1897-1985). Obras da coleção”, com 60 obras do artista, que poderá ser visitada até final de junho.

Num comunicado sobre a reabertura, a Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva refere que criou um percurso circular “que permitirá ao visitante ver as exposições com conforto e em segurança, mantendo o distanciamento aconselhado”, com entrada pela galeria grande e saída pelas salas de exposições temporárias.

O museu Vieira da Silva adianta que irá oferecer – durante o mês de maio – visitas guiadas gratuitas, de 15 minutos, de terça a sexta-feira, mediante pedido dos visitantes.