“Amar o Minho”. Um ano de residências artísticas para promover o Minho e apoiar criadores

88

Iniciativa Amar o Minho

“Amar o Minho” é a designação da iniciativa. Um projeto inédito em Portugal, que vai criar a maior rede de residências artísticas nos 24 municípios das três comunidades intermunicipais do Minho.

A iniciativa é lançada hoje pelo Minho Inovação, consórcio constituído pelas comunidades intermunicipais do Alto Minho, do Cávado e do Ave, e pretende reforçar a identidade cultural da região e dinamizar o território do ponto de vista artístico e turístico.

Numa estratégia concertada, que se destina a reforçar a identidade cultural do Minho e a dinamizar o território do ponto de vista artístico e turístico ao longo de um ano, os 24 municípios do Minho vão ser palco de uma série de residências artísticas, acolhendo dezenas de artistas nacionais e estrangeiros, que vão habitar o território e recriá-lo.

De acordo com o consórcio Minho Inovação, responsável pela iniciativa, o projeto “envolve dezenas de artistas e reveste-se de um especial significado”, na medida em que constitui uma forma de os municípios do Minho apoiarem a comunidade artística, ao longo de um ano.

A recriação do território “será traduzida em projetos de arte em espaço público, artesanato, fotografia, música, dança e literatura”.

O programa de residências artísticas “Amar o Minho” será feito on-line, com a apresentação de um vídeo promocional nas redes sociais e nos canais digitais.

Fonte: Rádio Renascença