Terras de Sicó quer candidatar muros de pedra seca a Património Mundial da UNESCO

106

Terras de Sicó

A candidatura dos muros de pedra seca de Sicó a Património Mundial da UNESCO é um dos projetos que o novo presidente da Associação de Desenvolvimento Terras de Sicó pretende concluir durante o seu mandato.

“É um projeto estratégico que envolve a população e está inserido no projeto de classificação da área de paisagem protegida regional das Terras de Sicó, cujo título deve estar formalizado dentro de seis meses”, disse Mário Jorge Nunes à agência Lusa, depois de ter sido eleito para o cargo.

A Associação de Desenvolvimento Terras de Sicó, que reúne os municípios de Alvaiázere, Ansião, e Pombal, no distrito de Leiria, e de Condeixa-a-Nova, Penela, e Soure, no distrito de Coimbra e Leiria, desenvolve um plano estratégico com o apoio científico do Instituto Politécnico de Leiria.

Este projeto já integrava os planos da anterior direção que anunciou, há um ano, durante a ExpoSicó 2019, estar a trabalhar no processo de classificação dos muros, considerados um elemento da “paisagem cultural” “altamente diferenciador”, que é preciso proteger e valorizar.

Segundo o novo responsável, também presidente da Câmara de Soure, estão aprovados projetos de inovação e desenvolvimento no âmbito do Programa de Desenvolvimento Regional (PDR 2020), que passam pela renovação de aldeias e a criação da rede das aldeias de calcário.

(…)

Fonte: Região Leiria