Itália restitui a França uma obra de Banksy roubada do Bataclan

59

Banksy Bataclan, Paris

Itália anunciou que vai devolver a França uma obra atribuída a Banksy, uma homenagem às vítimas dos ataques terroristas em Paris, em 2015, roubada em 2019 e encontrada numa quinta perto de Roma.

Antes, a chamada ‘Porta de Banksy’ será exposta no Palácio Farnese em Roma, que alberga a Embaixada francesa em Itália, na presença do embaixador Christian Masset e do procurador de Aquila, capital da região de Abruzzo (centro), onde a obra foi encontrada no início de junho.

A data e as condições do regresso a França não foram divulgadas.

De acordo com a agência italiana Agi, a obra poderia ficar na sede da UNESCO, em Paris, informação que não foi confirmada pelo organismo da ONU.

A obra atribuída ao famoso artista britânico Banksy tinha sido pintada em 2018 numa das saídas de emergência do Bataclan, localizada atrás da famosa sala de concertos, na passagem pela qual muitos espetadores do concerto Eagles of Death Metal tinham escapado, durante o ataque terrorista.

Feito com ‘stencil’ e tinta branca, o trabalho retrata uma figura feminina de aspeto triste, uma homenagem às vítimas no local onde 90 pessoas foram mortas em 13 de novembro de 2015, durante uma série de ataques extremistas na capital francesa e no subúrbio de Saint-Denis.

Os assaltantes tinham-se apropriado da obra de Banksy cortando a porta com uma rebarbadora, na madrugada de 26 de janeiro de 2019. A cena foi filmada por câmaras de videovigilância.

Fonte: Notícias ao Minuto