Alijó cria centro interpretativo dedicado ao azeite do Douro

81

olival_azeitonas

A Câmara de Alijó anunciou que vai transformar uma antiga azenha no centro interpretativo “D’Olival ao Azeite D’Ouro”, um investimento de 775 mil euros que visa valorizar e inovar o azeite duriense.

O presidente da Câmara de Alijó, José Paredes, disse que o novo equipamento pretende “valorizar o azeite do Douro como uma marca de excelência, colocando-o no centro da gastronomia duriense, bem como dar a conhecer o ciclo da produção do azeite e as suas tradicionais técnicas associadas”. O espaço vai ter um centro permanente de exposição e conhecimento dedicado à produção do azeite no concelho e no Alto Douro Vinhateiro.

A autarquia explicou, em comunicado, que o espaço vai dispor também de um restaurante de charme, que se irá distinguir “pela inovação culinária e experimentação de novas técnicas de valorização do azeite e do património gastronómico”. Ali, segundo a câmara, “será possível experimentar novos pratos e novas utilizações do azeite e subprodutos”.

O projeto integra um espaço de degustação de azeite, azeitona e outros produtos endógenos relacionados, que estará aberto aos produtores locais para ali poderem promover e mostrar os seus produtos.

Segundo o município, o centro interpretativo “D’Olival ao Azeite D’Ouro” representa um investimento de 775 mil euros, comparticipado por fundos comunitários

O contrato de execução da empreitada foi assinado esta semana, seguindo-se agora a análise pelo Tribunal de Contas para atribuição de visto. Os trabalhos têm um prazo de execução de 18 meses.

Fonte: Dinheiro Vivo