Grande Prémio de Literatura dst distingue Fernando Guimarães

41

grande_premio_literatura_dst

O poeta e ensaísta Fernando Guimarães é o vencedor da edição comemorativa dos 25 anos do Grande Prémio de Literatura dst, pela sua obra “Junto à Pedra”, editado em 2019. A entrega do prémio, instituído pelo dstgroup, será realizada num evento em data a comunicar oportunamente, face à evolução da situação de pandemia.

O juri, constituído por Vítor Manuel de Aguiar e Silva, José Manuel Mendes e Carlos Mendes de Sousa, decidiu atribuir o prémio por unanimidade “pelo brilho de uma construção poética semântica e formalmente airosa, renovado na sua matriz clássica e nos percursos ídeo-sensíveis já revelados ao longo de uma bibliografia deveras singular.” O prémio, este ano tem valor de 25 mil euros, por celebrar 25 anos de vida.

O Grande Prémio de Literatura dst nasceu com o objetivo de premiar obras originais, em dois géneros literários, escritas em português por autores portugueses, contribuindo assim para a promoção e valorização das literaturas de língua portuguesa. Ao longo de 25 anos, o prémio, no valor de 15 mil euros, cresceu em notoriedade, afirmando-se como um dos mais reconhecidos em Portugal, e também em número de participantes, o que denota o interesse e o prestígio que tem gerado junto da comunidade de autores e do setor. A aposta na divulgação da língua, da literatura portuguesa e dos seus autores e na promoção dos hábitos de leitura continuará a ser um dos principais desígnios deste prémio, que distinguiu, nos últimos cinco anos, autores como Luísa Costa Gomes, Manuel Alegre, Mário Cláudio, Daniel Jonas e Lídia Jorge.