Conferências Andantes em Amarante

102

1_conferencia_andante_amarante_2020

Em setembro, outubro e novembro, Amarante vai acolher três “Conferências Andantes”, iniciativa do Stay to Talk – Instituto de Imersão Cultural que visa homenagear diversos artistas amarantinos (ou que estiveram de alguma forma ligados ao concelho) e os respetivos locais.

A primeira conferência acontece a 26 de setembro, aquando a celebração das Jornadas Europeias do Património 2020. Na ocasião, o homenageado vai ser o pintor modernista Amadeo de Souza-Cardoso e lugares como Manhufe e Amarante. O programa arranca de manhã, com uma caminhada por terras berço do artista (limitada a 15 participantes) entre a Capela de São Sebastião (Manhufe) e a Igreja de São Martinho de Mancelos, onde foi batizado.

Mais tarde, por volta das 18h00, realiza-se uma conferência na Casa da Granja, limitada a 10 participantes ou que pode ser assistida online via streaming. O principal convidado será Luís Damásio, autor do livro-tese “Amadeo, vida, obra” (2018), Filipa Iglésias, que abordará a presença do património cultural imaterial na obra do artista, e Marta Sousa, atual colaboradora do projeto Stay to Talk.

A segunda conferência está agendada para 24 de outubro, tendo como homenageada a escritora Agustina Bessa-Luís. A sessão começa pela manhã junto à estação de caminho de ferro de Vila Meã para mais uma caminhada. À tarde, decorre uma conferência no Mosteiro de Travanca, monumento que inspirou a escritora a na sua obra “O Mosteiro”. Os convidados serão o arquiteto Hugo Martins – que vai apresentar uma reflexão baseada no confronto direto entre a arquitetura e a literatura, abordando Agustina Bessa-Luís e a casa do Paço – e a já mencionada Marta Sousa.

A 7 de novembro realiza-se a terceira conferência, cujo homenageado vai ser o escritor Teixeira de Pascoaes. Pela manhã, realiza-se uma caminhada em Amarante e à tarde, novamente às 18h00, tem lugar na Casa de Pascoaes, em Gatão, uma conferência ministrada por Renato Epifánio. Presentes estarão também Sílvia Quintino, especialista em Estudos em Literatura e Turismo, e novamente Marta Sousa.

Fonte: A Verdade