Lagos comemora 500 anos da descoberta do Estreito de Magalhães

54

V Centenario da Circum-Navegacao

Lagos, cidade de onde partiram as primeiras caravelas, nos séculos XV e XVI, abrindo caminho às grandes navegações dos Descobrimentos, associou-se à Estrutura de Missão para as Comemorações do V Centenário da Circum-Navegação comandada pelo navegador português Fernão de Magalhães 2019-2022 (EMCFM).

A iniciativa terá lugar no próximo 22 de Outubro, quinta-feira, no Centro Cultural de Lagos:

FERNÃO DE MAGALHÃES – 500 ANOS DA DESCOBERTA DO ESTREITO
22 de Outubro | 14h00-17h00
Local: Centro Cultural de Lagos
Org.: Centro Ciência Viva de Lagos e EMCFM – Estrutura de Missão para as Comemorações do V Centenário da Circum-Navegação Fernão de Magalhães com o apoio da CM Lagos

Programa:

14h30-15h00 | Sessão Infantojuvenil
“A Viagem” – A construção da caravela, os instrumentos de navegação e os mapas
As especiarias – cravinho | Centro Ciência Viva de Lagos

15h00-17h00 | Sessão Institucional:

15h00 | Abertura – Hugo Pereira, Presidente da Câmara Municipal de Lagos
15h15 | Enquadramento das Comemorações – José Marques, Presidente da EMCFM
15h30 | Apresentação do Estreito – Projeção de vídeo da EMCFM
15h35 | Apresentação da edição comemorativa Numismática Alcides Gama – Conselho de Administração da Imprensa Nacional Casa da Moeda
15h55 | Apresentação da edição comemorativa de Filatelia – Isabel Fonseca, diretora de Planeamento e Logística de Filatelia CTT Correios de Portugal
16h20 | “Fernão de Magalhães – Herói, Traidor ou Mito” – José Manuel Garcia, Historiador

As comemorações oficiais nacionais, a cargo da Estrutura de Missão para as Comemorações do V Centenário da Circum-Navegação comandada pelo navegador português Fernão de Magalhães, decorrem entre 2019-2022 (EMCFM), estando previstas várias iniciativas de norte a sul do país, entre 20 e 24 de Outubro, sendo de destacar o dia 21, data em que se assinalam formalmente os 500 anos do descobrimento do Estreito de Magalhães, marco da expedição, dada a sua importância no domínio simbólico, histórico-cultural e científico e a intenção de sustentar esta herança como garantia de novas conquistas e de novos desafios conducentes ao progresso e à harmonia do planeta como um todo.

Dada a necessidade de serem cumpridas as normas impostas pela DGS, devido à pandemia, o evento tem uma lotação limitada, pelo que será necessário a confirmação de presença até ao próximo dia 20 de Outubro, através do correio eletrónico comunicação@cm-lagos.pt.

Fonte: Sul Informação