Gulbenkian mostra “René Lalique e a idade do vidro”

142

exp_lalique_gulbenkian

René Lalique e a idade do Vidro. Arte e Indústria” dá título a esta mostra que a Fundação Calouste Gulbenkian inaugura na quinta-feira e permanece até 01 de fevereiro de 2021, reunindo diversas criações em vidro do artista, entre joias, peças decorativas e objetos de uso quotidiano, de acordo com um comunicado da entidade.

Da própria Coleção Gulbenkian estará patente uma centena destas peças em vidro ou com componentes em vidro, e também obras do Museu Lalique, de Wingen-sur-Moder, em França, bem como de outras oriundas de coleções particulares no mundo, onde René Lalique (1860-1945) está representado.

A coleção de obras de Lalique do Museu Gulbenkian remonta à década de 1890, altura em que Calouste Gulbenkian e o artista se conheceram, dando origem a uma amizade que durou meio século, e levou o colecionador a adquirir, entre 1899 e 1927, a quase totalidade das obras diretamente ao artista.

Com curadoria de Luísa Sampaio, a exposição percorre todos os grandes momentos da carreira do artista, desde a fase de produção artesanal, como joalheiro, no período Arte Nova, até à altura em que assumiu o papel de industrial-criador, e passou a dedicar-se exclusivamente ao vidro.

Para mais informações (+)