Serralves inaugura exposição sobre crianças presas em gruta na Tailândia

108

Serralves

Serralves apresenta a exposição “No History in a room filled with people with funny names 5”, de Korakrit Arunanondchai, focada no caso das crianças presas numa gruta na Tailândia.

A instalação explora esta ideia de contar uma história sobre cuidar e ser cuidador e como isso pode alterar diferentes sistemas políticos ou religiosos ou a mitologia e foca-se no episódio do salvamento de 12 crianças e do seu treinador de futebol, que ficaram presos numa gruta na Tailândia em 2018, explorando diferentes facetas desse caso”, explicou à Lusa Alex Gvojicdiretor de fotografia em Nova Iorque especializado no cruzamento interdisciplinar das artes plásticas, moda e música.

Em “No History in a room filled with people with funny names 5”, o espectador é convidado a entrar numa espécie de gruta em ambiente noturno e sombrio, pisando um chão coberto de terra misturada com conchas e ramos, onde se pode ver uma tripla projeção vídeo, conjugada com raios laser verdes emitidos a partir de uma escultura que sugere uma figura humana morta.

A obra exposta em Serralves, encomendada pelo Centre d’Art Contemporain Genève para a Biennale of Moving Image de 2018 e apresentada na Bienal de Veneza em 2019, vai estar patente ao público até 04 de abril.

Para mais informações (+)