Igreja Católica apresenta manual com indicações práticas para a conservação dos bens culturais

264

manual_boas_praticas_bens_culturais_igreja

A Igreja Católica apresentou a publicação «Manual de Boas Práticas de Conservação Preventiva de Bens Culturais da Igreja», um livro “acessível e rigoroso”, destinado ao cuidado preventivo do património em todas as paróquias.

“Não se trata de um livro para especialistas, mas para todos os que de forma próxima cuidam do património em todas as comunidades”, disse à Agência ECCLESIA, Sandra Costa Saldanha, diretora do Secretariado Nacional dos Bens Culturais da Igreja Católica.

O maior desafio prendia-se, explica a responsável, com a capacidade de o tornar precisamente acessível a todos mantendo o rigor.

No «Manual de Boas Práticas de Conservação Preventiva de Bens Culturais da Igreja» encontram-se “indicações, muito precisas, de como, por exemplo, armazenar uma peça de ourivesaria, tratar um retábulo, fazer um conservação numa pintura e escultura”, exemplifica.

A publicação apresenta também “fatores de risco” a ter em conta na preservação, que são “facilmente identificáveis”, sugerindo “maneiras de os controlar”.

O Manual procura ainda explicitar “de forma mais completa possível”, todas a áreas do património, “móvel, imóvel e integrado”, cobrindo uma “vastidão de tipologias e matérias” com a indicação dos cuidados que devem ser alvo.

Sandra Costa Saldanha sublinha o envolvimento das comunidades e indica este trabalho como resultado das “ações de formação de conservação preventiva” que o Secretariado foi desenvolvendo junto das dioceses, como também fruto das “necessidades concretas das paróquias”.

O «Manual de Boas Práticas de Conservação Preventiva de Bens Culturais da Igreja» vai estar disponível através da loja online dos Bens Culturais e nos próximos dias será distribuído nas dioceses e, “divulgado da forma mais intensa possível, nas paróquias”.

Fonte: Agência Ecclesia