Porto: Ateliers Municipais acolhem os primeiros artistas

84

ateliers_municipais_porto

O primeiro polo dos Ateliers Municipais abre portas já neste mês de dezembro para receber os primeiros seis artistas: Vera Mota, Jaime Lauriano, Dayana Lucas, Tomás Abreu, Laetitia Morais e Orlando Vieira Francisco irão instalar-se nos novos espaços municipais de trabalho, na Ribeira.

Os Ateliers Municipais são espaços destinados a artistas visuais da cidade, com rendas acessíveis, durante um período de três anos. O primeiro polo, situado junto ao Túnel da Ribeira, conta com seis espaços de trabalho de dimensões distintas: quatro nos Ateliers da Lada e dois no apartamento adjacente, denominado Apartamento da Ribeira.

Projetado pelo arquiteto Virgínio Moutinho, o edifício dos Ateliers da Lada foi construído por ocasião do Porto Capital da Cultura 2001. Concebido originalmente para acolher artistas em residência, o espaço acolheu durante os últimos anos a Associação Nacional de Treinadores de Futebol, e recupera agora a função e missão originais do equipamento.

O projeto Ateliers Municipais verá também de seguida a criação de dois novos polos, ambos situados em Campanhã, integrados nos complexos CACE Cultural do Porto e no Matadouro. Para o CACE está prevista a criação de quatro novos ateliers, enquanto que o complexo que nascerá no antigo Matadouro Municipal tem prevista a criação de nove ateliers.

Geridos pela empresa municipal Ágora – Cultura e Desporto do Porto, os Ateliers Municipais integram a plataforma InResidence, uma iniciativa do departamento de Arte Contemporânea e Cinema que visa aproximar artistas a oportunidades de trabalho em espaços da cidade do Porto e que se desdobra entre dois projetos distintos: os Ateliers Municipais e os Espaços de Residência.

Fonte: Porto.