Município de Cantanhede classifica palheiros da Praia da Tocha

71

palheiros_praia_tocha

A Câmara Municipal de Cantanhede deliberou aprovar o acionamento dos procedimentos administrativos para que seja atribuída a Classificação de Conjunto de Interesse Municipal a dois palheiros da Praia da Tocha, designadamente o antigo Posto de Turismo e a atual sede da Associação de Moradores da Praia da Tocha.

Contando já com o parecer favorável da Direção-Geral do Património Cultural, a iniciativa visa promover o reconhecimento do valor identitário das referidas construções palafíticas intrinsecamente ligadas à Arte-Xávega local, assinalando e preservando a sua singularidade face a todas as outras ao longo da costa norte portuguesa, de modo a acentuar a sua expressividade sociocultural e reforçar o seu potencial turístico.

Ambos datados do século XIX, os palheiros foram adquiridos pela Câmara Municipal de Cantanhede e posteriormente transferidos do areal para a entrada da zona urbana, onde foram sujeitos a obras de reabilitação e adaptação para os fins a que se destinavam, bem como para ajudar a manter e estimular a conservação da identidade da Praia da Tocha, que de resto é percetível em outras construções e na atmosfera urbanística que a caracteriza.

Os palheiros em causa são elementos materiais representativos da Arte-Xávega da Praia da Tocha, que teve origem na fixação de pescadores oriundos das comunidades piscatórias do norte do país, os quais, juntamente com os gandareses que trocaram os carros de bois pelas xávegas fundaram o pequeno núcleo populacional temporário que veio a dar origem à zona balnear do concelho de Cantanhede.

Fonte: Notícias de Coimbra