Museu de Angra do Heroísmo edita 2.º Caderno de Conservação e Restauro

67

Museu Angra do Heroísmo

O Museu de Angra do Heroísmo lança, no presente mês de janeiro, o segundo número de uma série de cinco cadernos de conservação e restauro, “Cadernos C-R”, este da autoria de Anahí M. Riera, conservadora restauradora que integra a equipa do MAH e Jaime Regalado, técnico superior desta instituição e responsável pela Unidade de Gestão de “Militaria” e Armamento.

Estes cadernos visam sistematizar os pressupostos científicos subjacentes às ações de conservação e restauro que pautam o quotidiano desta instituição, cujo acervo se caracteriza pelo seu ecletismo. A presente edição abrange a intervenção em património militar de artilharia.

O primeiro caderno, publicado em novembro, intitulado “Critérios de Intervenção em Património em Metal”, explicitava as noções de corrosão e de pátina e sistematizava os critérios de intervenção em peças em metal ou com componentes metálicos, de forma a estabilizá-las e a minimizar os efeitos produzidos pelos agentes de deterioração.

Prevê-se ainda a publicação de outros três documentos, que abordarão as singularidades da conservação do armamento militar entendido como património industrial, a limpeza química em metais e a intervenção de conservação de capacetes “Pickelhaube”.

Os números já publicados encontram-se compilados on line na página do sítio do Museu de Angra do Heroísmo, na secção das Edições, acessível através do link https://museu-angra.azores.gov.pt/artigos.html.