Exposição “A Liberdade e a Europa: Uma construção de todos” apresenta artistas portugueses em Bruxelas

99

exp_liberdade_belgica

Vinte obras de artistas portugueses vão estar em exposição, em Bruxelas, até 15 de junho, no âmbito da programação da Presidência Portuguesa da União Europeia, sublinhando o “valor fundamental da liberdade para a democracia”, segundo o curador, David Santos.
A exposição, inaugurada ontem, tem como título “A Liberdade e a Europa: Uma construção de todos”, é organizada no âmbito da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, pela Direção-Geral do Património Cultural, e pelo Parlamento Europeu, com curadoria de David Santos, curador da Coleção de Arte Contemporânea do Estado

Foram selecionadas 20 obras de artistas portugueses, dez da Coleção de Arte Contemporânea do Estado, e outras dez da Coleção de Arte Contemporâneado Parlamento Europeu, numa mostra que reúne artistas como Helena Almeida, Vieira da Silva, Paula Rego, Eduardo Batarda, Julião Sarmento, Lourdes Castro, Fernando Calhau, Rui Sanches, Rui Chafes, Ilda David, Pedro Proença, Pedro Calapez, Jorge Martins e António Charrua.

Portugal assumiu a 01 de janeiro a presidência da União Europeia sob o lema “Tempo de agir”, escolhido como estratégia de orientação durante o primeiro semestre do ano, e será seguido pela Eslovénia.