Iniciativas de Cooperação Bilateral – Programa Cidadãos Ativos

272

Fundação Calouste Gulbenkian

As candidaturas no âmbito das Iniciativas de Cooperação Bilateral devem fortalecer as relações bilaterais com os países financiadores (Islândia, Liechtenstein e Noruega) e enquadrar-se nos objetivos gerais do Programa Cidadãos Ativos.

Programa Cidadãos Ativ@s (Active Citizens Fund), financiado pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, e gerido pela Fundação Calouste Gulbenkian em consórcio com a Fundação Bissaya Barreto, destina-se a apoiar projetos da Sociedade Civil em Portugal. Com uma dotação de 11 milhões de euros, o Programa Cidadãos Ativ@s está organizado em quatro eixos prioritários de intervenção, nos quais se deverão enquadrar os projetos que as Organizações Não-Governamentais (ONG) portuguesas queiram candidatar a estes apoios:

Eixo 1 – Fortalecer a cultura democrática e a consciência cívica
Eixo 2 – Apoiar e defender os direitos humanos
Eixo 3 – Empoderar os grupos vulneráveis
Eixo 4 – Reforçar a capacidade e sustentabilidade da sociedade civil

Para além destes quatro eixos prioritários, o Programa prevê ainda conceder apoios com o objetivo de fomentar projetos de cooperação com entidades dos três países financiadores (Islândia, Liechtenstein e Noruega), e com entidades dos restantes 14 países beneficiários dos EEA Grants (Bulgária, Croácia, Chipre, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Grécia, Hungria, Letónia, Lituânia, Malta, Polónia, República Checa e Roménia), através de Iniciativas de Cooperação Bilateral e de Iniciativas Regionais da Sociedade Civil.

Para mais informações (+)