Projeto cultural de Ílhavo avança com criação de companhia de dança jovem

38

23_milhas

O projeto cultural do Município de Ílhavo “23 Milhas” anunciou hoje a criação de uma companhia de dança jovem, consolidando a ligação às três escolas de dança do concelho.

A Companhia representa um reforço da já consolidada ligação às três escolas de dança do Município (IP Arabesque, Fulldance Studio, Casa do Povo da Gafanha da Nazaré) potenciando-as”, refere o 23 Milhas em nota de imprensa.

O objetivo é criar condições “para que os seus alunos tenham experiências mais aproximadas da profissional, aumentar as suas referências e ambições, fortalecer redes e envolver artistas de várias áreas nas suas criações finais”.

O projeto, que terá a coordenação artística de Luiz Antunes, surge também no seguimento do espetáculo de dança “A ria gela a partir das margens”, criado para a Festa da Música e dos Músicos de Ílhavo de 2020, que juntou o coreógrafo às três escolas de dança de Ílhavo, e a vários criadores ilhavenses, desde o maestro Henrique Portovedo ao criador de moda Joel Reigota.

“Todos os anos, o 23 Milhas desafiará um coreógrafo para uma criação que será multidisciplinar, que convocará vários artistas locais na construção da banda sonora, do cenário ou dos figurinos, e que será apresentada em novembro na Milha – Festa da Música e dos Músicos de Ílhavo”, adianta.

Os primeiros criadores convidados são os bailarinos e coreógrafos São Castro e António M Cabrita, dupla que assume a direção artística da Companhia Paulo Ribeiro, em Viseu.

Companhia de Dança Jovem “vai procurar evidenciar Ílhavo como um território fértil para a criação e para a fixação de artistas, em sintonia com aquela que tem sido a missão do 23 Milhas”.

Fonte: As Beiras