‘Do Ferro ao Ouro’ junta municípios de Esposende, Barcelos e Braga em projeto comum

49

do_ferro_ao_ouro

Dimamizar as práticas artísticas, promover a participação cívica e a responsabilidade ambiental são alguns dos objectivos que juntou os municípios de Esposende, Barcelos e Braga, no projecto ‘Do Ferro ao Ouro’, cujas actividades decorrem entre os meses de Junho e Setembro.

O objectivo é captar públicos locais, nacional e internacional de várias faixas etárias.
Ao todo são cerca de 60 eventos divididos por 4 acções. Do Ferro ao Galaico-Romano, o Legado Medieval, o Explendor Áureo e Comunicação e Divulgação.

A acção Do Ferro ao Galaico-Romano é organizada pelo município de Esposende. Em destaque está a cultura do povo do castrejo. “Integrada na região Galaico-Lusitana, a cultura castreja tem uma forte expressão no Baixo Cávado, No território de Esposende temos uma variedade de referências patrimoniais associadas à Idade do Ferro, com um total de sete castros identificados, dos quais destacamos o Castro de S. Lourenço”, frisou Angélica Cruz.

A Câmara de Barcelos é responsável por dinamizar o Legado medieval. “Estamos a falar de iniciativas que vão decorrer em espaços culturais e históricos de referência. Focamo-nos na área do teatro e em torneios medievais”, explicou Armandina Saleiro, vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Barcelos. O destaque vai para o Torneio Internacional de Justas Medievais.

Armandina Saleiro acrescentou que o projecto ‘Do Ferro ao Ouro’ pretende envolver toda a comunidade “no sentido de potenciar esta área da cultura e o património”.
Em representação do município de Braga, a vereadora da Cultura Lídia Dias destacou que a vertente do Explendor Áureo vai permitir dar a conhecer o Barroco bracarense. “Teremos no mês de Setembro, uma viagem a este período áureo, que exalta o dourado, a música e toda a imponência que todos os nossos espaços arquitectónicos têm”. Especialmente o Bom Jesus do Monte e o centro histórico.

A vertente da Comunicação e Divulgação está a cargo da empresa municipal Esposende 2000. “Este é um evento que orgulha a todos e que pretende promover o território e a communidade. Em destaque estão 21 maravilhas patrimoniais de Esposende, Barcelos e Braga”, disse o presidente do conselho de Administração da empresa, Maranhão Peixoto.

Fonte: Correio do Minho