Aberto processo de classificação da pintura “Adoração dos Magos” de Domingos Sequeira

41

adoracao_reis_magos_Sequeira

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) abriu um processo de classificação do quadro “Adoração dos Magos”, do pintor português Domingos António Sequeira (1768-1837), como bem imóvel de interesse nacional, publicado em Diário da República.

A abertura deste processo acontece quando há necessidade de “proteção e valorização” de bens que “representam valor cultural de significado para a Nação“, segundo o anúncio n.º 114/2021, publicado na segunda série do DR desta terça-feira, e emitido pela DGPC, organismo do Ministério da Cultura.

Exposto ao público no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), desde julho de 2016, depois de dois meses de restauro pelos técnicos da instituição, com mais sete pinturas de Domingos Sequeira, a obra foi alvo de um trabalho profundo de investigação e recuperação, depois de ter sido adquirida numa campanha pública de donativos.

Em 2015, a campanha de angariação de fundos para aquisição da tela “Adoração dos Magos” atingiu um total de 745.623,40 euros, ultrapassando largamente os 600 mil euros necessários para a aquisição, anunciados na altura.

(…)

O MNAA tem no seu acervo cerca de 30 obras em pintura e desenho de Domingos Sequeira (1768-1837), cujo trabalho realizado nas primeiras décadas do século XIX se situa entre o Classicismo e o Romantismo, de um modo similar a Francisco de Goya, seu contemporâneo na cultura espanhola, segundo o museu. Devido ao seu talento, Domingos Sequeira conseguiu proteção aristocrática e uma bolsa para se aperfeiçoar em Roma, onde privou com vários mestres e conquistou diversos prémios académicos.

Fonte: Observador