Museu da Imagem desafia bracarenses a partilhar fotografias do passo

102

desafio_museu_imagem_braga

‘Memoração’ é o nome da chamada do Museu da Imagem para a constituição de uma colecção composta por fotografias digitalizadas que compreendam, idealmente, o período do antes de 1910 e do pós 1960.

A intenção é enriquecer o espólio e dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Museu, que tem como missão preservar e divulgar a história do concelho de Braga e a memória das suas gentes através da imagem. Desta feita, o Museu da Imagem e a investigadora Tânia Dinis apelam ao público bracarense que partilhe os seus arquivos colectivos e pessoais, completos ou incompletos, das datas supracitadas.

O resultado deste trabalho será divulgado numa exposição com as fotografias seleccionadas, tendo Tânia Dinis como curadora responsável. A investigadora é formada em Práticas Artísticas Contemporâneas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, atravessando o seu trabalho diversas perspectivas e campos artísticos: fotografia, performance, cinema e estética relacional, partindo de imagens de arquivo de família e outros registos de imagem real.

Se tiver fotografias destas épocas nas quais estejam patentes individualidades e aspectos da cidade de Braga, entre em contacto telefónico com o Museu da Imagem ou por email. A entrega temporária das imagens para digitalização deverá ser efectuada no Museu da Imagem mediante contacto prévio para agendamento de análise das imagens e possível digitalização. As entregas deverão ser realizadas até dia 31 de Outubro.

Fonte: Correio do Minho

Siga-nos